Sobre Carlos A Silva

Professor bibliotecário

Encontro com a bióloga e escritora Sofia Quaresma

  

As bibliotecas das escolas básicas de São Jorge e Fonte do Oleiro vão receber, no dia 29 de novembro, a visita da bióloga e escritora Sofia Quaresma, a propósito do seu último livro, intitulado «Tomé, o gaio semeador».
A autora é bióloga e mestre em Biologia da Conservação. Desempenha funções numa autarquia da região, onde realiza atividades de sensibilização ambiental e de divulgação científica. É formadora e sócia de várias organizações e ONG de defesa ambiental e marinha.
A obra tem como personagem uma ave bem conhecida das nossas florestas, o gaio. Os gaios alimentam-se de bolotas, fazendo a sua recolha e armazenamento, enterrando-as no chão. Como muitas das bolotas enterradas não são comidas, acabam por germinar e o gaio torna-se assim um “semeador” involuntário.
Com patrocínio da Ordem dos Biólogos / Norte, do programa ENEA 2020, do Fundo Ambiental e dos Cafés Delta, o livro foi apresentado pela primeira vez no passado dia 25 de novembro, sábado, na Biblioteca Municipal de Alcobaça.

Anúncios

MIBE ’17 liga comunidades e culturas

«Ligando comunidades e culturas» é lema deste ano do Mês Internacional da Biblioteca Escolar, que decorre durante o mês de Outubro.
Nas bibliotecas do AEPM, serão lançadas e desenvolvidas as seguintes actividades:
Ao longo do mês – Exposição sobre as diversas bibliotecas do AEPM (a exibir nas várias unidades da BECRE);
16 de Outubro (Dia da Alimentação) – EB das Pedreiras – marcadores com receitas saudáveis e leitura de histórias pela PB;
16 de Outubro (Dia da Alimentação) – EB de Porto de Mós – espetadas de frutas e leitura de histórias pelo PB; Continuar a ler

«Contos sobre rodas» promove leitura e escrita

O projeto foi apresentado no dia da recepção aos docentes, no Parque de Campismo das Pedreiras.

No corrente ano letivo, a BECRE desenvolverá nas Escolas do 1º CEB e Jardins de Infância um projeto de promoção da leitura e da escrita denominado «Contos sobre rodas».
Tendo por base o kamishibai, uma técnica japonesa de contar histórias com imagens, o projeto desenrolar-se-á em quatro etapas:
1 – Apresentação do projeto e experimentação da técnica, a partir de uma sessão de contos;
2 – Construção de um butai (estrutura dentro da qual correm as folhas com as imagens);
3 – Criação de histórias (podendo estas enquadrar-se no tema do Projeto Educativo do AEPM, «Conhecer o Concelho»);
4 – Ilustração da(s) história(s), para apresentação do kamishibai. Continuar a ler