Quatro anos do programa «A Visita da Camila» no Arrimal

camila lagoa

Os alunos da EB1 do Arrimal fizeram um balanço dos quatro anos do programa de itinerância «A Visita da Camila». Depois de redigirem textos em prosa e verso, ilustraram-nos com fotos das várias sessões e sonorizaram-nos, criando um vídeo fantástico. Foi a sua prenda para a gralha Camila e para o professor bibliotecário Carlos Alberto Silva, no dia da última visita deste ano lectivo. Obrigado meninos e senhoras professoras. Até sempre.

> VER FILME

Anúncios

O aniversário da Camila

aniv camila2

Camila, a gralha-de-bico-vermelho mascote da Biblioteca Escolar do Agrupamento de Porto de Mós celebra o seu aniversário. No âmbito do programa «A Visita da Camila», toda a família se juntou e vai andar até ao final do ano lectivo pelas EB1 e JI do Agrupamento a fazer a festa. Parabéns, Camila. (Na foto, Camila, o marido Camilo e a filha Lola).

Gralha Camila sensibiliza para a poluição marinha

Sendo, em 2013, «O mar» o tema da «Semana da Leitura», foi esse também o assunto da sessão do 2º Período do programa «A Visita da Camila».

«O médico do mar», de Leo Timmers, foi a história escolhida para apresentar ao Pré-escolar, utilizando-se a técnica do kamishibai.

Para o 1º CEB, adoptou-se uma história do professor bibliotecário Carlos A. Silva intitulada «Marina e os mares de plástico», que aborda a questão da poluição marinha por resíduos de plástico. O caso da «grande mancha de lixo do Pacífico Norte» e a tragédia dos albatrozes na ilha de Midway dão o mote para um jogo de salvamento de espécies marinhas em perigo denominado «Jogo dos cinco giros». No final, os alunos recebem um folheto em que a mascote das bibliotecas do Agrupamento de Porto de Mós deixa 12 sugestões de «coisas» que estes e as respectivas famílias podem fazer para «salvar o planeta».

As turmas são ainda convidadas a produzir textos sobre este tema para uma exposição que se irá realizar na «Semana da Leitura» (que em Porto de Mós será uma quinzena), denominada «Oceanário das Palavras».

Disponibilizamos aqui os materiais utilizados, para uso dos interessados:
Marina e os mares de plástico (texto)
Marina e os mares de plástico (pps)
O que Marina descobriu sobre os «mares de plástico» (pps)
Jogo dos cinco giros (pps)
Jogo dos cinco giros (tabuleiro para imprimir)
Jogo dos cinco giros (cartas dos animais a salvar)
12 coisas que tu e a tua família podem fazer
Apresentação da exposição «Oceanário das Palavras»
Silhuetas de animais marinhos para a exposição «Oceanário das Palavras»

O documentário sobre os albatrozes da ilha de Midway pode ser visto abaixo.

djembed
 

Programa de itinerância 2012-13

Objectivos
Assegurar serviço de biblioteca para todos os alunos do Agrupamento.

Destinatários
Escolas do 1º CEB e Jardins de Infância

Tipologia das actividades
Actividades de apoio ao currículo
Actividades de formação de utilizadores
Actividades de promoção da leitura

Estratégias complementares
Utilização de uma mascote – uma gralha de bico vermelho chamada Camila – como mediadora nas diversas sessões.
Desenvolvimento de uma secção específica no portal da BECRE – http://lermos.net

Calendarização e orgânica geral

O programa decorre de Outubro de 2012 a Maio de 2013.
Cada circuito tem uma periodicidade média de  um trimestre, dependendo de diversos factores, como os feriados e as interrupções lectivas.
As sessões realizam-se às quintas-feiras, durante o período da manhã, em duas salas por dia, uma antes e outra depois do intervalo matinal – isto para cada um dos dois professores bibliotecários envolvidos. Poderá ainda haver sessões noutros dias e noutros horários, a definir caso a caso.

Organização temática

Outubro / Dezembro
1º CEB: «O homem de água» + Actividade experimental de filtragem de água
EPE: «Blhec» + A importância da água na higiene corporal

Janeiro / Março
1º CEB: «Marina e os mares de plástico» – Impacto da poluição na vida marinha
EPE: «O médico do mar» Impacto da poluição marinha nos animais
1º CEB + EPE: Exposição «Oceanário das Palavras»

Abril / Junho
1º CEB + EPE: «O aniversário da Camila» / Encerramento

Responsáveis / dinamizadores
Professores bibliotecários Carlos Alberto Silva e Isabel Jorge

O casamento da Camila

Casamento

Mas logo a Camila quis tudo saber.
– Como é que a coisa vai acontecer?

Foi então que os preparativos para a festa começaram.
Foram convidados todos os amigos das escolas e jardins assim como muitas das aves do Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros.

Logo o melro preto veio a assobiar:
– Serei eu o padre que vos vai casar.

– O senhor prior já nós temos cá.
– E o sacristão então quem será?

 Lá chegou o gaio com o vinho e o pão:
– Ora aqui estou eu, o vosso sacristão.

– Senhor sacristão, bem-vindo é cá.
– O padrinho do noivo então quem será?

 Vinha o guarda-rios a sair do ninho:
– É claro, sou eu, do noivo o padrinho.

– Padrinho do noivo já nós temos cá.
– E a tua madrinha, então quem será?

 Veio a perdiz a correr da vinha:
– Estou pronta para ser a sua madrinha.

– Madrinha do noivo já nós temos cá.
– E a minha madrinha então quem será?

 Veio a voar a rola meiguinha:
– Olha aqui, Camila, sou tua madrinha.

– A tua madrinha também já cá está.
– E o meu padrinho então quem será?

 Pôs-se o pombo-torcaz logo a arrulhar:
– Sou eu quem te leva até ao altar.

 – Padrinho da noiva o pombo será.
– E o meu vestido quem o talhará?

 Veio logo a poupa de bico afiado:
– Teu lindo vestido está quase acabado.

– Tua costureira a poupa será.
– E o nosso banquete quem cozinhará?

 Ouviu-se a carriça lá dentro a arear:
– Já lavei os tachos para cozinhar.

– Temos cozinheira, também veio já.
– E no bailarico quem é que cantará?

 Veio o rouxinol de voz afinada:
– Tereis para o baile música animada.

 – Já está a ensaiar o dó-ré-mi-fá.
– Para o acompanhar, quem é que tocará?

 Veio o pintassilgo, veio o tentilhão,
Veio o pintarroxo mais o verdilhão:

 – Trazemos rabecas, a gaita e o pandeiro
Para fazer a festa por pouco dinheiro.

– O senhor prior já nós temos cá.

– E o sacristão então quem será?

 Lá chegou o gaio com o vinho e o pão:
– Ora aqui estou eu, o vosso sacristão.

 – Senhor sacristão, bem-vindo é cá.
– O padrinho do noivo então quem será?

 Vinha o guarda-rios a sair do ninho:
– É claro, sou eu, do noivo o padrinho.

 – Padrinho do noivo já nós temos cá.
– E a tua madrinha, então quem será?

 Veio a perdiz a correr da vinha:
– Estou pronta para ser a sua madrinha.

– Madrinha do noivo já nós temos cá.
– E a minha madrinha então quem será?

 Veio a voar a rola meiguinha:
– Olha aqui, Camila, sou tua madrinha.

– A tua madrinha também já cá está.
– E o meu padrinho então quem será?

 Pôs-se o pombo-torcaz logo a arrulhar:
– Sou eu quem te leva até ao altar.

– Padrinho da noiva o pombo será.
– E o meu vestido quem o talhará?

 Veio logo a poupa de bico afiado:
– Teu lindo vestido está quase acabado.

– Tua costureira a poupa será.
– E o nosso banquete quem cozinhará?

 Ouviu-se a carriça lá dentro a arear:
– Já lavei os tachos para cozinhar.

– Temos cozinheira, também veio já.
– E no bailarico quem é que cantará?

 Veio o rouxinol de voz afinada:
– Tereis para o baile música animada.

– Já está a ensaiar o dó-ré-mi-fá.
– Para o acompanhar, quem é que tocará?

 Veio o pintassilgo, veio o tentilhão,
 Veio o pintarroxo mais o verdilhão:

– Trazemos rabecas, a gaita e o pandeiro
 Para fazer a festa por pouco dinheiro.

– Músicos já temos para o cha-cha-chá.
– E os nossos convites, quem os aceitará?

A alvéola cinzenta trouxe o papa-figos.
Veio a toutinegra mais os seus amigos.

Veio a gralha preta, toda de cetim.
Veio o pica-pau, o tordo e o chapim.

A fechar a roda, o pardal do telhado.
E até veio o cuco sem ser convidado.

Camila suspira; que feliz que está.
E diz pró Camilo: Casaremos já!

casam7

 

 

 

Árvore da Poesia na Biblioteca Municipal

Árvore da Poesia

Esta árvore é o resultado do trabalho conjunto das crianças dos Jardins de Infância, do 1º e 2º ciclos do concelho de Porto de Mós, no âmbito da Semana da Leitura. A Primavera e a Poesia foi o tema desenvolvido nas diferentes turmas. Dos mais pequenos aos mais velhos, todos colaboraram na construção de um poema sobre a Primavera. O resultado foi bastante interessante e colorido. Todos os participantes estão de parabéns.

A gralha Camila descobre a biblioteca

Camila sentada num livro

Era uma vez… Nas serras que rodeiam Porto de Mós, vivia uma gralha de bico vermelho chamada Camila. Camila era muito curiosa e gostava de saber tudo sobre todas as coisas. Quando era pequena, passava o dia a fazer perguntas à mãe, ao pai e aos vizinhos. No início, a mãe, o pai e os vizinhos tinham sempre resposta para todas as perguntas de Camila. E algumas não eram nada fáceis… Camila perguntava, por exemplo: – Porque é que o céu fica vermelho ao fim da tarde? E logo a mãe respondia: – Não vês, Camila, que é o reflexo do sol quando se deita no horizonte? Ou então queria saber porque é que, às vezes, chovem pedrinhas de gelo. Logo o pai lhe explicava que isso se devia ao congelamento das gotas de chuva. Continuar a ler

A gralha-de-bico-vermelho

gralha_bico_verm001

A gralha-de-bico-vermelho (Pyrrhocorax pyrrhocorax) pertence à ordem Passeriformes e à família Corvidae. Os corvídeos são um grupo de aves de grande sucesso, numeroso e diversificado, tendo algumas espécies aproveitado as oportunidades criadas pelo homem (aumento das áreas de cultivo e urbanas, diminuição das aves de rapina e outros predadores) para aumentarem as suas populações, podendo, por vezes, constituir verdadeiras pragas. Na Europa, a família Corvidae está representada por doze espécies encontrando-se oito em Portugal. Os corvídeos existentes em Portugal são o gaio, o corvo, a pega-azul, a pega-rabilonga, a gralha-preta, a gralha-de-nuca-cinzenta, a gralha-calva e a gralha-de-bico-vermelho. Continuar a ler

BECRE de Porto de Mós adopta gralha de bico vermelho para mascote

Camila

A equipa da BECRE do Agrupamento de Escolas de Porto de Mós decidiu adoptar a gralha de bico vermelho, uma espécie protegida do Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros, para mascote, nas intervenções junto dos alunos do pré-escolar e 1º Ciclo. Sob a forma de um fantoche (na imagem), foi baptizada com o nome de Camila e será a mediadora das próximas acções de itinerância da equipa pelas EB1 e JI do Agrupamento. Esperem então, para breve, «A Visita da Camila».